Café!Café!Café!

Um blog sobre… o que mesmo?

O “outro mundo” do café é agora!

Vou contar só para você.

Veja só a minha vida… Falando profissionalmente, eu já atuei com doulagem de parto e terapias corporais. Fui dona do restaurante vegetariano e macrô. Durante e depois disso, estudei para atuar como professora em escolas de Niterói, RJ, e como educadora ambiental no RJ, RN, PE e PB. Virei dona da cafeteria Dom Café e, enquanto isso, continuei os estudos em permacultura, agrofloresta e bioconstrução. No meio deste longo caminho de tantas transformações, descobri que eu escrevo. E gosto do que escrevo. Tanto assim, que me dedico a produzir conteúdo para um diversificado e significativo número de blogs.
Parando para avaliar os tantos anos de estudos e atuações profissionais em campos tão diferentes, cheguei à conclusão que, no fundo, sempre lidei com questões tipo empoderamento, liberdade e autonomia, completude e consciência, cuidado e respeito. Em se tratando tanto de gentes, quanto de ambientes.

Mas, aí…

Ah, o café especial me agarrou pelo estômago… e pelo coração! Foi em 2011 que entrei de cabeça nesse universo!
O nome ‘Especial’ é só um nome que inventaram, sabe?, simplesmente para que essa bebida pudesse se diferenciar da ‘outra’. Sabe o café tradicional?, então…  aquele que é maltratado, que vale pouco, que mantém agricultores na miséria e torrefadoras multimilionárias. Aquele que polui o solo, que foi propulsor da escravidão e da devastação das matas e da degradação dos solos durante séculos… então, o café especial não é nada disso, ele segue o caminho contrário!

Quem entender q diferença? Clique na foto e o link te leva aos nossos eventos!

Quer entender a diferença? Clique na foto e o link te leva aos nossos eventos!

Pensando bem, o café especial é especial, sim. Esse ‘novo’ café faz com que cada bebida seja uma homenagem à inteligência e ao paladar das pessoas, com muito respeito ao planeta. E isso faz dele especial MESMO, algo fora dos padrões, que traz vantagens extras e que tem um propósito particular: mudar o mundo!

Enfim, agora eu também sou desse universo. O do café que é baseado na percepção ambiental e social, que lida com sustentabilidade e comércio justo. Do grão que é amado por quem produz e que é tratado bem, para chegar na sua xícara um verdadeiro manjar dos deuses, uma bebida que é alimento para o corpo e a alma. O amor abraça a todos que estão nesta cadeia produtiva, e isso faz do café especial ser mais especial ainda!

Mas até chegar nesse novo mundo do café especial eu viajei muito. Física e mentalmente. E foi, ó, mó viagem! Imagina rodar seis estados em um fusca 72, o agora conhecido como FusCafé!?!
Entre as viagens físicas e mentais (e gustativas!) foram investidos três árduos anos de muitos estudos.  Busquei locais de aprendizados e mestres, conheci lugares, pessoas e mil ‘culturas brasilis’, e degustei MUITOS cafés também, claro!

Depois de rodar tanto pelo nosso país em busca de sabores e saberes do café, acabei me tornando cafeóloga, barista, classificadora e degustadora COB e SCAA, atividades que exerço com muita paixão. Depois disso, criei minha nova empresa, a Café!Café!Café!, e agora atuo com pequenos produtores, implementando programas para a qualidade do grão (e não a quantidade!), suporte para finalização de produto e também para a entrada de mercado (que ainda não percebe os pequenos!). Presto assessoria também aos empreendimentos urbanos como cafeterias, hotéis e restaurantes, aqueles que percebem que uma boa experiência numa xícara faz suas marcas serem lembradas e amadas!

Pelas viagens em busca dos #cafésdoBrasil, descobri-me também como uma espécie de Coffee Hunter, isto é, uma “caçadora de cafés”! E foi por conta das tantas delícias e tantas gentes que amam de verdade o que fazem e o café que produzem, que montei o projeto Cafeoteca do Brasil, uma grande vitrine para quem tem pouco acesso ao mercado consumidor. A Cafeoteca do Brasil já esteve fixa em duas cafeterias em Niterói, mas continua livre-leve-e-solta por aí, buscando parcerias para apresentar as delícias que o nosso solo produz e poucos conhecem!

Por conta de tantas visões e experiências distintas em meus horizontes profissionais, descobri que eu caminho totalmente contra corrente (porque será que o que é ‘diferente’ incomoda tanto?). Mas foram justamente as adversidades que me deixaram com mais vontade de mostrar a todxs sobre o que estou falando!
Bem, entrei nesse universo cafeinado buscando unir pessoas produtoras e consumidoras, do mundo rural e do urbano, num único objetivo: trazer mais consciência, saúde e prazer a cada xícara. E continuo viajando e buscando conhecer e “colecionar” bons cafés. Enquanto isso, o FusCafé roda e roda por ai e a Cafeoteca do Brasil é ampliada, enquanto dou consultoria, palestras e cursos para quem deseja entender um pouco mais desse universo de saúde e prazer cafeinados. Ah, e também vou quebrando uns paradigmas aqui, outros ali… um trabalho de formiguinha…

Pensando bem, este tal café especial também é uma forma de cuidado, de empoderamento, de liberdade e de auto cuidado, de completude, consciência e respeito, como tudo aquilo a que sempre me dediquei na vida. Ah, então eu estou no caminho certo! Que bom!

Só se torna possível aquilo que tem condições de existir, surgir ou realizar-se. E o potencial de fazer e/ou revelar o novo já está por aí. Eu acredito nisso e continuo firme em meu propósito: mostrar que o café é muito mais do que aquilo que nossos olhos veem dentro da xícara.

“Mãos à obra!” é o que me digo todos os dias! Bora cafeinar o mundo e sacudir essa mesmice que assola o planeta! O “outro mundo possível” é AGORA! Partiu café? Xáé!

As viagens do FusCafé, que agora é Turismo Cafeinado!

As viagens desta cafeóloga e seu FusCafé, que agora é Turismo Cafeinado!